Município da Guarda decretou três dias de luto pela morte de António Almeida Santos

A Câmara da Guarda decretou 3 dias de luto pela morte do ex-presidente da Assembleia Municipal da Guarda, António Almeida Santos, que faleceu ontem à noite. O histórico socialista e presidente honorário do PS, era natural de Cabeça, mas passou a infância em Vide, terra do pai, no concelho de Seia. Faleceu ontem, pouco antes da meia-noite, aos 89 anos de idade, após uma indisposição sentida a seguir ao jantar, à qual não resistiu. António de Almeida Santos foi presidente da Assembleia Municipal da Guarda, tendo a sala da Assembleia ficado com o seu nome.

O presidente da Câmara, Álvaro Amaro lamenta a perda de uma figura incontornável. A bandeira do município da Guarda foi colocada a meia haste nos Paços do Concelho