Carlos Gonçalves é de novo candidato à direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Egitanienses

Praticamente no final do seu primeiro mandato, Carlos Gonçalves assume que vai avançar novamente para a direção desta associação humanitária apesar das dificuldades financeiras que foram agravadas com a Pandemia COVID-19. Em jeito de balanço deste mandato, Carlos Gonçalves diz que os bombeiros da Guarda estão melhores. Nestes quase três anos de mandato, foram adquiridas novas viaturas e o quartel sofreu obras de melhoramentos. Renovar o parque automóvel e melhorar as condições do quartel dos voluntários da Guarda, são os principais desafios para o próximo mandato, diz Carlos Gonçalves. Apostar num polo de formação certificado e criar uma base de apoio logístico no Quartel dos Bombeiros da Guarda é outra das ambições que Carlos Gonçalves quer para os voluntários da cidade.