Carlos Gonçalves foi reeleito por mais três anos como Presidente da Direção da Associação Humanitária do Bombeiros Egitanienses

O dirigente depois de reeleito quis deixar uma mensagem aos operacionais do Comando bem como aos associados, «tudo será feito para as dar respostas às necessidades dos Bombeiros da Guarda nos próximos três anos.»

Carlos Gonçalves foi candidato único a sufrágio, e nas urnas entraram votos “não”, o que para o agora eleito, servem de incentivo para o próximo triénio. O Presidente da direção lamenta que esses votos contra, não se tenham traduzido numa candidatura alternativa.

O Presidente desta associação humanitária diz que as prioridades para este mandato passam pela renovação do parque automóvel dos Bombeiros e construir a Base de Apoio Logístico num terreno adejante ao quartel.

Melhorar as condições físicas do quartel e certificar a formação dada pelos Voluntários da Guarda é outro dos objetivos para os próximos 3 anos.