Sete anos depois do PSD/CDS terem conquistado a autarquia da Guarda ao PS, Álvaro Amaro diz ter saudades de ser presidente da câmara da Guarda

«Tenho muitas saudades e adorei ser presidente da Câmara da Guarda». A afirmação é de Álvaro Amaro, numa entrevista exclusiva à Rádio F, no dia em que se assinalam sete anos sobre a vitória da coligação PSD/CDS ao Município, nas eleições autárquicas de 2013. O ex-autarca, agora deputado europeu, afirmou que sente saudades da Guarda e de ser autarca. A noite de 29 de Setembro marcou o fim de um reinado de décadas do PS à frente da Câmara da Guarda. Álvaro Amaro diz que se tratou de uma noite inesquecível e de um resultado histórico.

Álvaro Amaro recorda que foi nessa noite, depois de conhecer os resultados, que anunciou que as comemorações do Dia 10 de Junho de 2014, iam ser na Guarda.

O ex-autarca relembra que uma das primeiras medidas foi limpar as giestas da Plataforma Logística e afirma que o espaço empresarial está muito diferente do que era há sete anos.

Faz hoje sete anos que a coligação PSD/CDS venceu as eleições para a Câmara da Guarda. Numa entrevista à Rádio F, Álvaro Amaro referiu que sente saudades da Guarda e de ser autarca.