O vereador do PS na Câmara da Guarda diz que as condições do bairro da Fraternidade são uma vergonha, Álvaro Amaro refere que são um escândalo e que já dura há anos

O presidente da Câmara da Guarda garante que até ao final do mandato, o bairro da fraternidade, junto às Lameirinhas, vai sofrer uma intervenção. Na reunião do executivo desta semana, os vereadores do PS levaram o assunto ao período antes da ordem do dia. Joaquim Carreira diz que aquela zona da cidade é uma vergonha para quem visita a cidade e defende que os habitantes vivem com poucas condições.

Já para o presidente da Câmara da Guarda, as condições do bairro não são uma vergonha, mas um escândalo que já dura há anos, até porque há moradias que pertencem ao município, outras ao Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana e ainda outras aos proprietários. Álvaro Amaro anunciou que já teve várias reuniões com o IHRU e garante que até ao final do mandato o bairro da fraternidade vai sofrer algumas intervenções.

O bairro da fraternidade volta a ser notícia. Os vereadores do PS lamentam que a Câmara não faça obras de melhoramentos nalgumas habitações. Já o presidente do Município diz que se trata de um escândalo que dura há muitos anos.

Fraternidade