O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses tem recebido queixas por falta de Equipamento de Proteção Individual na ULS da Guarda

O dirigente sindical Honorato Robalo diz que o SEP fez o levamento e houve profissionais de saúde que reportaram equipamentos desadequados às funções que desempenham. Honorato Robalo fala em falta de equipamento de proteção individual que se coadune com a estrutura física dos profissionais de saúde da ULS da Guarda. Os tamanhos dos EPI´s estão a causar constrangimentos aos profissionais de saúde no desempenho profissional, diz o dirigente sindical.

O dirigente do SEP refere que não pode haver discriminação entre os profissionais de saúde que trabalham em áreas COVID, e os restantes que asseguraram os outros serviços assistências. Honorato Robalo diz que há profissionais de saúde que utilizam a mesma máscara proteção individual durante um turno inteiro, mesmo depois da pausa para a refeição.

(ouvir aqui)