“Aldeias Históricas de Portugal” está a promover um conjunto de sessões sobre estratégia de eficiência coletiva

A “Aldeias Históricas de Portugal” em parceria com os Municípios da rede, está a levar a efeito um conjunto de esclarecimentos de estratégia de eficiência coletiva. As sessões decorreram em Belmonte, Fundão, Sabugal, Arganil, Celorico da Beira e terminam esta 3ª feira em Idanha-a-Nova. O principal objetivo é a identificação de investimento privado que seja possível enquadrar no respetivo concelho, bem como a divulgação, como referiu a coordenadora da “Aldeias Históricas de Portugal” Dalila Dias

Para já o impacto das sessões tem sido positivo e bastante proveitoso, Dalila Dias destaca a presença por parte da iniciativa privada, bem como por parte de outras associações como as CIM´s e as Associações de desenvolvimento Local. A coordenadora explica que o novo quadro comunitário 2020 é exigente, e cada vez mais, é necessário haver articulação e parecerias parte dos vários agentes, para que o privado se sinta apoiado e possa definir uma estratégia.

Dalila Dias aproveita ainda para referir que nesta altura tem em execução o projeto “A grande rota das aldeias históricas de Portugal”, que pretende ligar as 12 localidades que compõem a rede “Aldeias Históricas de Portugal”

al