A Câmara da Guarda vai ceder um prédio urbano, situado na Rua Dr. Afonso Costa, à Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa

Trata-se de um edifício ao lado da actual sede e a cedência tem a duração de 50 anos e um dia, podendo o contrato de comodato ser renovado após este período.

A proposta foi aprovada na reunião do executivo desta semana. O presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro referiu que esta cedência parte de um pedido efectuado pela Delegação da Guarda da Cruz Vermelha.

Carlos Chaves Monteiro diz que o contrato de cedência do edifício, que é da autarquia, é de 50 anos e um dia. A Câmara cede o espaço e a Delegação da Cruz Vermelha irá custear as obras no edifício bem como a manutenção e custos associados.