Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marca protesto para esta tarde junto à Urgência do Hospital da Guarda

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marcou um protesto para esta tarde junto à Urgência do hospital da Guarda, em causa está a exigência da contratação de mais enfermeiros para fazer face à redução do horário para as 35 horas já a partir de julho. O sindicalista Honorato Robalo refere que a falta da contratação de mais enfermeiros pode levar à rotura de alguns serviços no Hospital da Guarda, já a partir de Julho.

A concentração está marcada para as 15h em frente ao serviço de urgência do Hospital da Guarda, Honorato Robalo apela à participação dos enfermeiros nesta manifestação.

O sindicalista acrescenta que o conselho de administração está ciente da carência de enfermeiros. Honorato Robalo refere que os próprios conselhos de administração estão condicionados no processo de contratação.

Honorato Robalo adianta ainda, que a partir de Julho, se não houver a contratação mais enfermeiros para a ULS da Guarda, os serviços podem sofrer constrangimentos, ou haverá a necessidade de subcarregar os enfermeiros com mais horas.