Um homem, de 60 anos, ficou em prisão preventiva por posse de munições proibidas e explosivos, no concelho de Celorico da Beira

No seguimento de uma investigação por furtos, que decorria há cerca de dois meses, os militares realizaram diligências policiais que permitiram identificar o suspeito.

Foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, tendo sido apreendido 1500 gramas de pólvora, 90 metros de cordão detonante, 28 metros de cordão lento, quatro bombetas de foguete e diversas munições de vários calibres.

O detido, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, é ainda suspeito de estar envolvido em cinco furtos qualificados ocorridos nos concelhos de Celorico da Beira e Guarda.

Depois de ter sido presente às autoridades competentes, o indivíduo ficou em prisão preventiva, como refere o major Marco Pina, oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda.