Sérgio Costa diz que estão criadas todas as condições para a Guarda vir a ter o primeiro “Porto Seco” do país, já Carlos Chaves Monteiro diz que o futuro passa pela criação de uma “Zona Económica Especial” na Guarda

O vereador Sérgio Costa diz que estão criadas todas as condições para a Guarda vir a ter o primeiro Porto Seco do País depois da empresa Olano ter adquirido um lote no porto de Leixões, já o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro diz que o futuro passa pela criação na Guarda de uma Zona Económica Especial, com redução ou isenção de taxas tributárias.

Foi na última reunião do executivo que o vereador Sérgio Costa apresentou um voto de louvor à empresa de logística da Guarda, isto porque a imprensa da especialidade deu conta da compra de um lote no porto de Leixões por parte da Olano. Na opinião do vereador Sérgio Costa, esta notícia deixa prever que esteja mais perto a construção de um Porto Seco na Guarda.

Já o Presidente da câmara, Carlos Chaves Monteiro, considera mais fundamental criar na Guarda de uma Zona Económica Especial, com redução ou isenção de taxas tributárias. O presidente da Câmara da Guarda diz que uma Zona Económica Especial na Guarda e aliada à ferrovia, torna as empresas da região mais competitivas e com a possibilidade de existirem ligações a outras Plataformas Logísticas da Europa.