Preservar a memória, reforçar a identidade e homenagear o pastor são os objectivos do novo Museu do Agricultor e do Queijo em Celorico da Beira

O edifício, que fica numa das entradas da vila, pretende ainda transmitir às actuais e futuras gerações, o trabalho de quem durante muitos anos produziu um dos produtos mais genuínos da região. O presidente da Câmara de Celorico da Beira, Carlos Ascensão diz que o novo espaço museológico é também uma forma de preservar a história do concelho. O Museu do Agricultor pode ser também um espaço de complementaridade ao Solar do Queijo, que já existe há vários anos no centro histórico da vila. (ouvir aqui)