O Politécnico da Guarda vai prestar formação e assessoria na área da Engenharia Civil ao Município de Água Grande, em São Tomé e Príncipe

Este foi mais um resultado da recente visita que uma comitiva do IPG fez aquele país de Língua Oficial Portuguesa. O Vice-Presidente do Politécnico da Guarda, Carlos Rodrigues diz que foram identificadas três grandes lacunas na área da Engenharia Civil: no urbanismo, saneamento básico e pavimentação das rodovias

O Vice-Presidente do Politécnico da Guarda diz que o IPG está disponível para prestar assessoria nesta aérea em São Tomé e Príncipe. Outras das lacunas apontadas foi a falta de formação dos quadros intermédios na área da Engenharia Civil. Carlos Rodrigues, em entrevista Rádio F, referiu que o IPG vai lançar uma proposta para a criação de um TESP nesta área, o que permitirá encaminhar estudantes vindos de São Tomé e Príncipe. (ouvir aqui)