Os vereadores do PS na Câmara da Guarda lamentam que a maioria adjudique tarefas na área dos espaços verdes a empresas de outras regiões do país

Na leitura de um comunicado, o vereador Manuel Simões referiu que esta prática lesa as empresas do concelho e que a maioria está a transferir recursos para outras regiões.

Na resposta, o presidente da Câmara da Guarda explicou que o Município é obrigado a abrir concursos públicos de âmbito nacional. Carlos Chaves Monteiro sublinhou que também gostava que as empresas do concelho ganhassem todas as obras mas acrescentou que as normas jurídicas têm que ser respeitadas e que a sugestão do PS carece de legalidade.