O Politécnico da Guarda vai acolher nas suas instalações os novos escritórios da multinacional Noesis

Trata-se de uma consultora tecnológica portuguesa, que tem cotação na bolsa de Madrid e escolheu IPG para se instalar na Guarda. O protocolo de cedência de instalações foi assinado esta semana e a escolha do local recaiu na unidade de ensino superior da cidade por diversas razões, adiantou Alexandre Rosa, o CEO da Noesis. Alexandre Rosa diz que o IPG tem um conjunto de critérios que foram preponderantes para a localização deste escritório no Politécnico, em detrimento de outros locais. O CEO da empresa também salientou o esforço que o IPG desenvolveu para a instalação da empresa na Guarda. Com a instalação deste escritório da Noesis no IPG a empresa vai contratar recém-licenciados e outros profissionais já com experiência no mercado. A partir da Guarda e em concerto do IPG, os profissionais da Noesis vão produzir conhecimento para diversos pontos do país e do mundo, adiantou Alexandre Rosa.

Para Joaquim Brigas, presidente do IPG, a instalação deste escritório da Noesis, vai permitir reter e atrair talento para a Guarda. A instalação da Noesis no IPG deve acontecer no início do próximo mês e vai possibilitar integrar nos quadros da empresa, profissionais qualificados com salários acima da média.