O Movimento SOS Autocarros passou pela Guarda, para alertar as dificuldades que o setor atravessa

O Movimento SOS Autocarros está a fazer um périplo por todas as capitais de distrito para alertar as entidades para as dificuldades do sector.

Em comunicado, os responsáveis justificam que desde o início da pandemia que tem havido um decréscimo na procura deste tipo de transporte, nomeadamente nos autocarros de turismo e já levaram o assunto ao Governo.

Na tarde de Sexta-feira, foi a vez da Guarda receber esta pequena manifestação e o objectivo passou mesmo para chamar a atenção para os problemas que estão a afectar este sector da economia, como explica João Coelho, porta-voz do Movimento.

João Coelho teme que o futuro leve mesmo ao encerramento de várias empresas do sector dos transportes e também ao despedimento de cerca de 2 mil pessoas.

Estas acções de sensibilização estão a decorrer em todas capitais de distrito e terminam no dia 16 com uma concentração em Lisboa, Porto e Faro. Entretanto decorrem reuniões com a tutela para resolver ou minimizar os custos das empresas.