Estão 100 pessoas internadas no Hospital da Guarda por COVID-19, 10 delas, nos cuidados intensivos

De acordo com o relatório da Unidade de Saúde Pública da ULS há nesta altura 100 pessoas internadas no Hospital da Guarda a recuperarem da Covid-19: 90 na enfermaria e 10 nos cuidados intensivos.

Entre os dias 12 e 15 de Janeiro o número de casos também aumentou e há agora mais 636 pessoas infectadas, o que dá um total de 2831 casos activos na área de abrangência da ULS da Guarda. Neste espaço de tempo (três dias), o número de internamentos aumentou, recuperaram 102 doentes e 2731, mais 496 do que na terça-feira, recuperam no domicílio.

Também se registaram 13 óbitos: três em Trancoso, dois em Almeida, Meda, Pinhel e um em Fornos de Algodres, Guarda, Sabugal e Foz Côa.

Por concelhos, a maior subida foi na Guarda (mais 157), Seia (mais 105) e Figueira de Castelo Rodrigo (mais 73).

Quantos aos casos activos estão distribuídos da seguinte forma: Guarda (754), Pinhel (301), Figueira de Castelo Rodrigo (282), Seia (280), Meda (247), Trancoso (246), Fornos de Algodres (240), Sabugal (133), Celorico da Beira (122), Foz Côa (78), Gouveia (75), Almeida (53) e Manteigas (20).

Os dados foram actualizados às 16 horas desta sexta feira.