«Empresa de têxteis dos Trinta está encerrada temporariamente»

Carlos João, responsável pelo Sindicato dos têxteis da Beira Alta, diz que a empresa dos Trinta que fechou portas na semana passada, está encerrada temporariamente porque há ainda uma acão a decorrer em tribunal.

O sindicalista diz que a empresa de lã tinha atualmente entre 14 e 16 trabalhadores e que os problemas já se arrastavam há vários anos, uma vez que havia ordenados em atraso, incluindo os subsídios de férias e de natal.

A empresa já tinha pedido um plano de viabilização numa primeira vez e voltou a pedir outro que não foi aceite pelos trabalhadores e a empresa alegou que não havia razões para a liquidação.

Carlos João diz que há um processo com um credor e só depois do mesmo estar resolvido é que se fica a saber se a empresa continua a laborar. Para já, segundo sindicalista, a empresa dos Trinta está fechada temporariamente.

O sindicalista recorda que foi desde que a empresa começou a atrasar os salários que os problemas apareceram.

Carlos João adianta que os trabalhadores vão pedir a suspensão dos contratos até que fique tudo decidido.

Carlos João, responsável pelo Sindicato dos têxteis da Beira Alta, diz que a empresa dos Trinta que fechou portas na semana passada, está encerrada temporariamente porque há ainda uma ação a decorrer em tribunal. (ouvir aqui)