Cinquenta e cinco novos médicos iniciaram este ano a sua formação na ULS da Guarda

Parte deles vão iniciar o chamado ano zero, mas 13 deles vão como começar a formação na especialidade, nas áreas da cirurgia, pneumologia, psiquiatria, medicina interna e medicina geral e familiar, como deu conta Fátima Cabral, Diretora Clínica para os cuidados de saúde hospitalares da ULS da Guarda. A chegada destes novos médicos é uma mais valia para a ULS da Guarda, mas a médica Fátima Cabral salienta a importância de os poder fixar nesta unidade após a formação.

Também o Diretor Clnico para os cuidados de saúde primários, António Luis Serra, salientou a importância da chegada de novos médicos, e que alguns deles provavelmente escolheram a ULS da Guarda, porque reconhecem-lhe bons argumentos para a formação médica.

O Diretor Clínico para os cuidados de saúde primários fala da importância da formação de novos médicos na especialidade de medicina geral e familiar, este ano iniciariam a sua especialização cinco novos médicos.