Carlos Chaves Monteiro ainda não disse, na reunião do executivo, se é ou não candidato pelo PSD à Câmara da Guarda nas próximas eleições autárquicas

 O autarca diz que em breve as estruturas do partido irão pronunciar-se sobre essa matéria e confrontado com a questão, o presidente do Município, referiu que ainda é cedo mas que no início do próximo ano poderão surgir novidades, acrescentando ainda que as estruturas do partido devem ser respeitadas.

A questão ao autarca surgiu no seguimento duma notícia da semana passada que diz que o Conselho de Jurisdição Nacional do PSD decidiu que a direcção não pode escolher candidatos autárquicos para as capitais de distrito, ao contrário do que deliberou a Comissão Política Nacional. Carlos Chaves Monteiro diz que está tranquilo e focado na Guarda.

Quanto ao restante executivo, Carlos Chaves Monteiro que os vereadores que têm pelouros também estão focados e que a vida político-partidária fica para outros intervenientes, sejam eles vereadores ou não.

Confrontado com a questão do vereador do PSD mas sem pelouros, apoiar ou não, a maioria, Carlos Chaves Monteiro diz que cada um é livre de defender ou apoiar quem entender.