São 965 lugares intervencionados em 40 respostas sociais no distrito da Guarda, com um apoio público direto de mais de 14,5 milhões de euros. Trata-se do maior investimento na região no setor social, disse a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, onde acrescentou, que vão ser intervencionados cerca de mil lugares com o potencial de fixação de pessoas e criação de emprego no interior. A governante disse que a prioridade é apoiar sempre novas respostas que façam a diferença. Estes apoios vão para o alargamento e criação da rede no setor social e ainda para novas respostas para o envelhecimento e para pessoas com deficiência. Ana Mendes Godinho salientou que este foi o compromisso que este governo teve no investimento em respostas sociais, face aos desafios demográficos atuais.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close