A agência da Caixa Geral de Depósitos de Almeida vai continuar a estar aberta ao público

A agência da Caixa Geral de Depósitos de Almeida vai continuar a estar aberta ao público, mas perde o número de código, ou seja, os serviços continuam a ser prestados mas a agência pode ficar agregada a outra.

Esta solução saiu após um encontro entre o presidente daquele município e o administrador da rede de agências da CGD. O autarca, Batista Ribeiro diz que se trata de um mal menor e explica que se a agência perder o código, fica agregada a outra. Contudo, o autarca diz que não aceita que os serviços fossem prestados noutras localidades, incluindo Vilar Formoso, uma vez que não há uma rede de transportes adequada e a qualquer hora.

Tendo a garantia da continuidade dos serviços, o presidente da Câmara de Almeida reforça que a solução encontrada é um mal menor, uma vez que será a única sede de concelho a perder a agência da Caixa Geral de Depósitos, algo que Batista Ribeira não aceita.

A agência da Caixa Geral de Depósitos vai continuar a prestar os serviços habituais, mas perde o código, podendo ficar agregada a outra mais próxima. A solução saiu de um encontro entre o autarca e o administrador da rede de agências da CGD.