A ministra da Coesão Territorial anunciou que o Governo pretende investir 12,3 milhões, no Hospital da Guarda e no Centro de Saúde de Seia

A ministra da Coesão Territorial anunciou, na Guarda, que o Governo pretende investir 12,3 milhões de euros na melhoria das condições de edifícios do hospital da Guarda e do Centro de Saúde de Seia.

Ana Abrunhosa participou numa reunião de trabalho com o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde, que serviu para perceber as várias necessidades locais.

No final dos trabalhos, em declarações aos jornalistas, Ana Abrunhosa disse que no Parque da Saúde da Guarda, onde está instalado o Hospital Sousa Martins, estão previstos investimentos no valor global de 11 milhões de euros e, em Seia, na requalificação do Centro de Saúde, 1,3 milhões de euros.

Ana Abrunhosa referiu que no Programa Operacional Regional há verbas para a área da Saúde que podem, a breve prazo, ajudar a fazer obras, quer no edifício do “comboio”, quer no antigo edifício da ARS, ao nível da cobertura e das fachadas.

Ana Abrunhosa reforçou que a reunião serviu para falar de vários projectos. Relativamente ao edifício do pavilhão 5, onde funcionaram as urgências do Hospital Sousa Martins até à abertura do novo bloco, em 2014, terá financiamento através do Orçamento do Estado. Segundo a ministra, a correr tudo bem, poderá haver obras no início de 2022.

Em relação aos pavilhões Rainha Dona Amélia e António Lencastre só serão requalificados com recurso a verbas do próximo quadro comunitário, referiu a ministra.

Ana Abrunhosa disse ainda que não ficou satisfeita com as condições actuais do Hospital e acrescentou que é preciso dar mais dignidade aos doentes e profissionais de saúde.