A empresa TRN – Rodoviária Internacional e Nacional Lda, venceu o concurso público promovido pela Câmara da Guarda para a concessão de transportes urbanos em 2021

 O valor era de 1 milhão e 109 mil euros + IVA e a empresa, com sede em Setúbal, acabou por apresentar a melhor proposta, como deu conta o presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro.

O autarca deu conta que, depois de auscultar a população, vão haver alterações nas linhas, acrescentando ainda que estão em perspectiva novas ligações entre a zona alta e baixa da cidade.

Carlos Chaves Monteiro reforça que um dos grandes objectivos é privilegiar as ligações entre o centro da cidade e a Guarda-gare e que até pode ser criado na zona baixa uma espécie de central de transportes.

O presidente da Câmara da Guarda acredita que este acordo traz várias vantagens, uma vez que a empresa vai ter transportes mais novos, com pouco consumo de combustível e que a nova rede ganhou maior dimensão.

Carlos Chaves Monteiro acredita que a empresa possa começar a prestar serviços, o mais tardar, em Março do próximo ano. O autarca adiantou ainda que este novo contrato tem custos mais baixos do que o anterior.