A empresa Manuel Rodrigues Gouveia desistiu da requalificação do Hotel de Turismo, entretanto a Câmara da Guarda aceitou ficar como fiel depositária da chave do edifício

A confirmação foi dada pelo presidente da autarquia, mas Carlos Chaves Monteiro lembra que o Hotel de Turismo é propriedade do Estado Português. O autarca diz que vai tentar juntamente com o Turismo de Portugal encontrar uma solução para o Hotel de Turismo. Carlos Chaves Monteiro adiantou no briefing com os jornalistas após a reunião do executivo camarário desta semana, que já há um potencial interessado ligado ao ramo da hotelaria, mas não quis adiantar mais pormenores.

Quanto à desistência da empresa MRG em requalificar o Hotel de Turismo, Carlos Chaves Monteiro diz que foram principalmente as dificuldades financeiras do grupo que levaram a empresa a desistir do negócio. O autarca acrescentou ainda, que houve uma tentativa de cedência da posição da MRG no Hotel a um outro grupo, mas essa intenção também saiu gorada.

Questionado sobre se a autarquia da Guarda poderá voltar a ser a proprietária do imóvel, Carlos Chaves Monteiro, afasta essa possibilidade, pelo menos durante este mandato autárquico.