A Câmara do Sabugal já reagiu ao anúncio do encerramento do Centro de Distribuição dos CTT da cidade, cujos serviços serão transferidos para a Guarda

A partir de agora, os 8 funcionários deste serviço passam a deslocar-se para a capital do distrito onde passa a ser feita a distribuição.

O vice-presidente da autarquia raiana, Vítor Proença diz que a Câmara foi apanhada de surpresa com esta decisão dos CTT, que pode levar também à perda de população. Vítor Proença reforça que a distribuição passa a ser feita na Guarda o que implica a deslocalização dos funcionários para a capital do distrito.

O vice-presidente da Câmara do Sabugal diz que todo o executivo repudia esta decisão e anunciou que já pediu uma reunião com carácter de urgência com a administração dos CTT. Em último caso, Vítor Proença admite levar o assunto à Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela ou reunir com a tutela.

Foto: DR