A aldeia dos Trinta, no concelho da Guarda, tem agora um albergue para os peregrinos de Santiago

A aldeia dos Trinta, no concelho da Guarda, tem agora uma unidade de alojamento e de apoio aos peregrinos que percorrem o ccaminho de Santiago pela Via de Portugal Nascente.

O albergue, que já foi inaugurado, era um desejo antigo da freguesia de Corujeira e dos Trinta, como explica o presidente da junta. Carlos Fonseca diz que esta infra-estrutura permite aos peregrinos terem um dia de descanso quando passam na região. O albergue está equipado com cozinha, sala de refeições, dormitório em beliches, serviços de lavagem e casas de banho.

O autarca de Corujeira e dos Trinta acredita que nos próximos anos, os caminhantes podem passar pelo novo albergue, mas ressalva que depende de vários factores, uma vez que tem de haver mais infra-estruturas ao longo deste percurso.

A casa onde nasceu este novo albergue foi doada à freguesia por uma família de industriais. No mesmo edifício, que é denominado por Centro de Recursos Partilhados, pode nascer também um espaço para negócios.

Outro aspecto importante é a dinamização da aldeia. Carlos Fonseca considera que os caminheiros que fazem o Caminho de Santiago pela Via de Portugal Nascente podem, no futuro, visitar a região, pela beleza das praias fluviais ou pelos Passadiços do Mondego.