Um utente do Centro Social do Manigoto (Pinhel) morreu esta quarta-feira no Hospital Sousa Martins da Guarda com Covid-19. Há ainda outros 14 idosos infetados

Um idoso que recebia apoio domiciliário do lar da aldeia de Manigoto no concelho de Pinhel, que testou positivo à Covid-19, morreu esta quarta-feira no hospital da Guarda, onde se encontram internados mais dois utentes, de um total de 14 infetados.

O presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, adiantou à agência Lusa que na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) do Centro Social do Manigoto estão infetados “14 utentes e quatro funcionárias”.

Segundo o autarca, um utente que beneficiava do apoio domiciliário da instituição, cuja idade não soube precisar, faleceu esta quarta-feira com Covid-19 no Hospital Sousa Martins (HSM) da Guarda, onde estava internado.

Rui Ventura adiantou que dois dos 14 utentes da ERPI que estão infetados permanecem internados no Hospital da Guarda desde segunda-feira e os restantes 12, que estão assintomáticos, encontram-se nas instalações da instituição de apoio à terceira idade.