Reclusos do Estabelecimento Prisional da Guarda sobem esta noite ao palco do TMG com a peça “Para que lado fica o amanhã?”

Este espetáculo é o culminar de um projeto de intervenção artística através do programa Arte e Reinserção Social da Direção Geral das Artes e está a ser desenvolvido há cerca de um ano, fruto de uma candidatura realizada em 2019, onde o parceiro é a Associação “Terceira Pessoa”, como referiu à Rádio F, Luís Couto, diretor do estabelecimento prisional da Guarda. Luís Couto explica que este projeto é uma forma diferenciadora de promover a reinserção social e avaliar o benefício das artes na reconversão do comportamento dos reclusos. Este projeto envolve 32 reclusos e o culminar do mesmo, será esta noite com uma peça de teatro no TMG. A avaliação final de todo o projeto está a ser feita pelo Instituto Piaget e em Setembro será dada a conhecer num seminário.