Pedro Nobre estreia-se amanhã como líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal da Guarda

O deputado vai ocupar o lugar que pertencia a Tiago Gonçalves, que faleceu no início deste verão. Pedro Nobre não esconde que não vai ser tarefa fácil substituir o malogrado ex-líder, até porque era alguém que sempre teve uma atitude exemplar.

O Social Democrata diz que agora cabe-lhe defender os compromissos eleitorais do PSD sufragados em 2017. Pedro Nobre diz estar pronto para defender a câmara dos ataques que vierem do Partido Socialista.

O novo líder diz que a autarquia terá todo o apoio político da bancada do PSD na aplicação do “caderno de encargos” que os Social Democratas apresentaram nas ultimas eleições autárquicas. Pedro Nobre diz que a sua postura na Assembleia Municipal será a mesma desde o primeiro dia que assumiu o lugar de deputado, defender a autarquia, mas também apontar situações que não estarão a ser bem feitas.

Quanto à direção, Pedro Nobre escolheu Luís Aragão como primeiro vice-presidente, mantendo Ricardo Neves de Sousa, Sabina Mónica, Luis Prata, e entram também Bruno Pina e Tiago Gomes. Pedro Nobre diz que Hugo Fernandes não mostrou disponibilidade em continuar na direção da bancada, alegando motivos profissionais, mantendo-se apenas como deputado.