Oito homens de nacionalidade Indiana, contratados por uma empresa de produção de framboesa de Fornos de Algodres, foram testados à COVID-19 sendo que um deles acusou positivo

Oito homens de nacionalidade Indiana, que foram contratados por uma empresa de produção de framboesa, de Fornos de Algodres, foram submetidos ao teste ao novo coronavírus, sendo que um deles acusou positivo. Como medida de precaução, os oito homens, que chegaram esta semana ao distrito da Guarda, estão agora em isolamento na antiga residência de estudantes.

Alexandre Lote, vice presidente da Câmara de Fornos de Algodres, conta que já é habitual a contratação deste tipo de mão de obra no concelho, mas salienta que este ano o Município aconselhou o empresário para que os trabalhadores fizessem testes atempadamente. Alexandre Lote diz que os 8 trabalhadores estão, em isolamento, na antiga residência de estudantes de Fornos de Algodres.

O doente infectado por Covid-19 está também na antiga residência de estudantes mas separado dos restantes trabalhadores. Alexandre Lote diz que o indiano em causa está assintomático mas a receber acompanhamento médico.

(ouvir aqui)