O Presidente da Câmara da Guarda justifica com a pandemia, para não avançar (para já) com a requalificação dos parques infantis da cidade

Carlos Chaves Monteiro recordou na última reunião do executivo camarário que a utilização destes equipamentos estão proibidos, mas salientou que já há 300 mil euros para requalificar os parques infantis, só que este não é o momento oportuno. O autarca diz que há novos parques previstos para serem construídos, mas pandemia justifica o facto de os trabalhos não avançarem.