O Instituto Politécnico da Guarda vai formar quadros na área das tecnologias digitais que vão trabalhar na multinacional Altran

 A empresa é líder mundial em soluções de engenharia e assinou um protocolo de formação com várias instituições do ensino superior, entre ela o IPG e em parceria com outras instituições com o intuito de aumentar o nível de formação na área das Tecnologias da Informação e Comunicação, como referiu à Rádio F, Joaquim Brigas, Presidente do IPG. As formações começam no próximo já ano letivo e a multinacional Altran vai contratar até 80% dos formandos do IPG, com remunerações na ordem dos 1200 euros por mês.

Joaquim Brigas diz que este é mais um passo na diversificação da oferta formativa no Politécnico da Guarda, tal como tinha referido quando iniciou o mandato.