O Guarda Sport Clube é o novo clube da cidade mas, numa primeira fase, só irá competir nos escalões de petizes, traquinas, benjamins e infantis

Numa entrevista à Rádio F, António Abrantes, que é o rosto mais visível deste novo projecto, explicou que devido à falta de apoios está quase colocada de lado a hipótese de formar uma equipa de seniores. A não ser que o telefone toque com boas notícias. Numa primeira fase a aposta vai recair nos escalões de formação. O novo clube surge com alguma surpresa na cidade. António Abrantes tem raízes familiares em Celorico da Beira e decidiu apostar na Guarda porque entende que havia um vazio de resultados desportivos, ao nível do futebol sénior, na região.

Confrontado com o facto de haver uma equipa da cidade no Campeonato de Portugal, António Abrantes deixa entender que os projectos são diferentes mas acrescenta que o objectivo é colocar a Guarda Sport Clube num escalão nacional e que será sempre benéfico ter mais clubes da cidade num patamar superior ao campeonato distrital. Para já a aposta recai nos escalões base de formação e o recrutamento de atletas vai começar em Agosto. Na entrevista que deu à Rádio F, António Abrantes não escondeu alguma preocupação relativamente à escassez de relvados, até porque as camadas jovens treinam sempre ao final do dia.