Num Lar na cidade da Guarda foram registados sete casos de COVID-19 entre funcionários e utentes

Desta vez foi no Lar de “Santa Clara” e em declarações exclusivas à Rádio F, o Presidente da direção desta IPSS, Virgílio Ardérius, confirmou que dos sete casos, dois são em funcionários e cinco em utentes, sendo que um deles está hospitalizado devido a outras complicações de saúde.

No total este lar tem 46 utentes, 27 funcionários e 3 enfermeiros. Já esta semana todo este universo foi testado e após todos os resultados conhecidos, e em valores acumulados, foram registados 7 casos no total. Os utentes do lar que testaram positivo têm sintomas ligeiros e estão numa zona de isolamento deste Lar. O Presidente da Direção do Centro de Formação Assistência e Desenvolvimento, diz que todas as medidas do plano de contingência já foram aplicadas e o caso está a ser acompanhado pela Saúde Publica e Segurança Social.

Também na valência de Centro de Atividades de Tempos Livres foi registado um caso positivo numa criança que frequenta este ATL, entretanto foram realizados testes a todos os profissionais desta valência e aos contatos diretos com a criança infetada.

Virgílio Ardérius, Presidente da Direção do Centro de Formação Assistência e Desenvolvimentos lembra que esta instituição tem mais de 70 funcionários, espalhados entre projetos e respostas sociais, e que devido à pandemia, alguns dos profissionais foram colocados em teletrabalho.