NDS volta a falar da necessidade da construção de um relvado sintético no Carapito

O Presidente do NDS volta a colocar na agenda a necessidade de colocação de um relvado sintético no campo de futebol do Carapito. É um sonho antigo desta coletividade sediada na Guarda-Gare, que até ao momento não foi concretizada, os apoios não têm surgido e as candidaturas a fundos não têm surtido efeito. Agora, Manuel Prata dirigente do Nucleo Desportivo e Social espera que a curto ou médio prazo, haja a possibilidade de realizar esta obra, que segundo o presidente do NDS traria grandes benefícios para a comunidade.

Manuel Prata diz que o NDS é maior clube de formação do distrito da Guarda e começa a ter falta de espaços com condições para a prática do futebol, o relvado sintético que está a ser construído em Vila Cortez, não é solução para o Núcleo Desportivo e Social, fica distante, diz o dirigente.

O estádio municipal e o relvado sintético do Zâmbito começam a ter condicionantes de utilização, seja por disponibilidade ou pelas condições do relvado, o que justifica uma aposta num sintético no Carapito, diz o dirigente. O presidente do NDS lembra que esta reivindicação de construir um sintético no Carapito, já foi feita há vários anos, agora urge torna-lo numa realidade, até porque, conta o dirigente, está haver dificuldades na utilização dos relvados do estádio municipal e do sintético do Zambito, por disponibilidade de horários.

Manuel Prata reconhece que a obra só pode avançar com o apoio da Câmara da Guarda, para tal o Presidente do NDS fala mesmo na possibilidade de disponibilizar do campo do Carapito ao Municipio. (ouvir aqui)