Federação do PS Guarda não tem receitas suficientes para pagar a água e luz

O presidente da federação do PS da Guarda disse à Rádio F, que o partido não tem receitas suficientes para pagar a água e luz. A proposta para o pagamento destas despesas foi apresentada pelos órgãos nacionais, uma vez que contam com um passivo de 21 milhões de euros e não existem verbas suficientes para fazerem chegar às federações distritais. O líder distrital da Guarda, António Saraiva adiantou que não conhece as contas da Federação, uma vez que ainda não foram apresentadas. Contudo, garante que o PS do distrito também esta a passar por dificuldades económicas.

António Saraiva fala na hipótese de os políticos que assumem estes cargos poderem vir a contribuir de uma forma voluntaria no pagamento de algumas despesas do partido.

O Presidente da Federação Distrital do PS considera no entanto, que a proposta do partido a nível nacional merece ser debatida, para que seja encontrada a melhor forma de arranjar receitas para pagar a água e luz das federações distritais.