Está a decorrer o habitual peditório da Liga Portuguesa da Contra o Cancro

Este ano de forma diferente por causa da pandemia, mas de importância redobrada com o aumento das solicitações para apoiar pessoas e instituições que se decidam à investigação e à prevenção do cancro. José Alves, da direção do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra diz que só na região centro foram ajudados mais de 600 doentes com cancro, num total de mais de 5000 apoios. José Alves, da direção do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra lembra que a Liga não tem qualquer apoio estatal e que o peditório anual é a principal fonte de receitas.