A Câmara da Guarda cancelou o espectáculo de fogo de artifício que estava previsto para esta noite de passagem de ano

Em causa está, entre outras razões, a obrigatoriedade de recolher obrigatório às 23 horas. O anúncio foi feito na reunião do executivo desta semana pelo presidente do Município, Carlos Chaves Monteiro. A Câmara da Guarda cancelou o espectáculo de fogo de artifício que estava previsto para a noite da passagem de ano. Em causa está, entre outras razões, a obrigatoriedade de recolher obrigatório às 23 horas.