Uma lesão afastou Mário Patrão do Rali Dakar, que está a decorrer na Arábia Saudita

O piloto de Seia tinha expectativas elevadas mas uma fractura do fémur, que contraiu num treino ainda no início do mês de Dezembro, levou a que a participação fosse cancelada.

Um momento triste mas agora é preciso recuperar, salientou o Mário Patrão.

O piloto de Seia ia competir na categoria MalleMoto, sozinho e sem direito a qualquer tipo de assistência. As expectativas eram elevadas porque ia ser um rali diferente dos anteriores.

O piloto de Paranhos da Beira ainda não sabe quando é que pode voltar à competição, uma vez que a recuperação pode ser demorada. Mário Patrão pode falhar vários compromissos que estavam em agenda mas diz que quem treina corre sempre riscos de contrair lesões.

O piloto participa no Dakar desde 2013 e esta seria a sua sexta participação, uma vez que em 2017 teve uma apendicite na véspera de viajar.

Na entrevista que deu à Rádio F, o senense explica que as participações no Dakar são sempre duras, exigem muito esforço físico e é preciso ter sorte.