O Presidente da câmara da Guarda diz que o anúncio da contratação de 15 médicos feito Conselho de Administração da ULS da Guarda é «tapar o sol com a peneira» para um problema estrutural

Carlos Chaves Monteiro no final da reunião do executivo da câmara da Guarda disse aos jornalistas, que faltam muitas explicações sobre o anúncio feito por João Barranca. Carlos Chaves Monteiro estranha o facto do anúncio da contratação de 15 médicos, só ter acontecido depois de serem conhecidas o número de vagas para especialistas na ULS da Guarda. O Presidente da câmara refere que este anúncio feito pela ULS da Guarda não o deixa descansado. O autarca diz que vai pedir uma audiência ao Presidente da República e solicitar mais explicações à Entidade Reguladora da Saúde. Declarações do autarca no final da reunião do executivo desta semana. Quem também aflorou esta questão, foram os vereadores do PS. Cristina Correia diz que esta situação na ULS da Guarda não tem desculpa e aponta culpas aos sucessivos governos do Governos do PS e PSD.

A vereadora do PS lamentou ainda a posição do presidente da câmara da Guarda, em ir para a porta do Hospital em vez de ter solicitado uma reunião com o Conselho de Administração da ULS no sentido de esclarecer todo este processo.