O presidente da Associação de Futebol da Guarda lamenta a escassez de relvados no distrito e anunciou que os clubes e as câmaras se podem candidatar a projectos até ao final do mês de Agosto

Amadeu Poço explicou que no âmbito do programa 20-24, os clubes podem apresentar projectos não superiores a 140 mil euros e que a Federação comparticipa com metade desse valor.

O dirigente não esconde a preocupação com o facto de alguns clubes ainda jogarem em pisos de terra batida e considera que este projecto da FPF pode ser positivo.

Amadeu Poço lembra que alguns concelhos do distrito só têm 1 relvado e que, no caso da cidade da Guarda, apenas existem dois.

Na próxima temporada, a Guarda vai ter 4 clubes em campeonatos nacionais: Guarda Desportiva, Guarda Unida, NDS e Escola de Futebol Feminino. O Guarda FC, preferencialmente, também irá utilizar o Estádio e está quase garantido o aparecimento de um novo clube na cidade. O regresso do Guarda Unida ao futebol sénior também é uma forte possibilidade. Tudo isto, sem contar os escalões de formação de todas as colectividades que terão de treinar e jogar ou no Estádio ou no Zâmbito ou ainda, em último caso, em Vila Cortez do Mondego.  Amadeu Poço adiantou que o número de relvados na Guarda é escasso.  O dirigente, que falava aos jornalistas no final da Gala Distrital, avançou ainda que a Associação de Futebol da Guarda está a fazer um esforço para que num curto espaço de tempo, os clubes deixem de jogar em campos de terra batida. Amadeu Poço fez ainda um balanço positivo da época que agora chegou ao fim, uma vez que não ficaram casos por resolver. Quanto à próxima temporada, o dirigente acredita que vão surgir mais clubes a disputarem os campeonatos de futebol.

Amadeu Poço realçou ainda a presença de uma equipa da cidade da Guarda num campeonato nacional, algo que já não acontecia há vinte anos. O dirigente acredita que a Guarda Desportiva vai alcançar a manutenção e que, num curto espaço de tempo pode alcançar a Liga 3. O dirigente espera que o clube tenha o apoio necessário para alcançar esse objectivo.

Declarações de Amadeu Poço no final da Gala dos 82 anos da Associação de Futebol da Beira, que decorreu em Celorico da Beira.