Com esta medida o Município quis fazer face às dificuldades dos apicultores causadas pelos incêndios, mas também pela existência da vespa asiática, como refere o vice-presidente da autarquia, Alexandre Lote. O valor total foi de 10 mil euros, sendo que cada apicultor recebeu 5 euros por colmeia. Alexandre Lote acrescentou ainda que o mel é uma actividade muito forte em termos económicos no concelho de Fornos de Algodres.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close