O Ministro das infraestruturas disse na Guarda, que a inauguração do troço da Linha da Beira Baixa entre a Guarda e a Covilhã, que esteve 12 anos encerrado, é um momento muito importante para o país e para a região

Pedro Nuno Santos falava aos jornalistas, na Guarda, antes de iniciar a viagem de comboio entre a Guarda e a Covilhã, integrada na inauguração do troço ferroviário que liga estas duas cidades.

O governante reforçou que se trata de um projecto muito importante para o país e para a região e que se fez justiça através desta aposta na ferrovia. Pedro Nuno Santos referiu ainda que as obras de modernização da Linha da Beira Alta já começaram e que o Corredor Norte também está em obra, reconhecendo que o Governo está a iniciar uma grande revolução na ferrovia em Portugal. O Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, e a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, acompanhados do secretário de Estado das Infra-estruturas, Jorge Delgado, fizeram a viagem de comboio entre Guarda e Covilhã, para assinalar a conclusão da modernização da Linha da Beira Baixa.

O troço ferroviário da Linha da Beira Baixa entre as cidades da Guarda e da Covilhã, que estava fechado desde 2009, reabriu no Domingo ao serviço comercial após obras de requalificação e de electrificação.

O investimento total no projecto de modernização do troço foi de cerca de 77 milhões de euros.