O Hospital da Guarda juntamente com o de Coimbra, continuam a ser as duas unidades de referência na zona centro para o tratamento da COVID-19

A decisão foi comunicada ao Conselho de Administração da ULS da Guarda pela ARS Centro e pelo Coordenador Regional dos Cuidados Intensivos. A Diretora Clínica para os Cuidados de Saúde Hospitalares, Fátima Cabral, diz que esta decisão vem ao encontro do trabalho já desenvolvido e das boas instalações e equipamentos que o hospital Sousa Martins possui nos cuidados intensivos e a mais valia dos quartos com pressão negativa.

A Diretora Clínica para os Cuidados de Saúde Hospitalares da ULS da Guarda diz que esta confiança depositada no Hospital da Guarda por parte da tutela, deve-se em grande parte, aos profissionais de saúde e ao esquema organizativo que foi delineado.

Foto: ULGS