Já foram dados passos importantes para a despoluição do Rio Noéme, diz o Vice-Presidente da Câmara da Guarda

Sérgio Costa recorda que em 2016 foi assinado um protocolo com a Agência Nacional do Ambiente com vista à despoluição deste curso de água que atravessa o concelho. Para além da requalificação da ETAR do Torrão, também a entrada em funcionamento do sistema elevatório de saneamento em Vale de Estrela e a valorização das margens do Noeme, são contributos importantes para levar a cabo esta despoluição. A ampliação e remodelação da ETAR do Torrão é um forte contributo para despoluição do Rio Noeme, diz Sérgio Costa.

Sérgio Costa reconhece que ainda há alguns pontos que afetam o curso de agua que têm que ser intervencionados. O Vice-presidente da Câmara da Guarda não aponta uma data para a despoluição total do Rio Noeme, justificando que há situações para resolver, que não estão sobre a alçada do Municipio. (ouvir aqui)

Foto: António Mendes