Foram assinados na Guarda os contratos do programa de Apoio à Produção Nacional das Beiras de Serra da Estrela

A sessão decorreu no TMG e contou com a presença dos autarcas da CIM Beiras e Serra da Estrela e também com a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. O anfitrião, presidente da câmara da Guarda, entende que este apoio representa mais uma oportunidade para a produção nacional. Sérgio Costa, diz que os fundos europeus são cruciais para a modernização das micro e pequenas empresas. O autarca da Guarda fala da importância deste programa, mas refere que faltou dotação financeira para o número de candidaturas que foram apresentadas.

Já o presidente da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela, Luís Tadeu revelou que foram aprovadas 61 candidaturas das 121 apresentadas, num investimento total de 9 Milhões de euros. Ainda assim Luís Tadeu entende que este programa poderia ter ido mais longe, se fosse alargado a outras áreas e não tivessem sido cometidos erros crassos nas candidaturas.

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa recorda que este programa foi criado para apoiar micro e pequenas empresas que atravessam dificuldades económicas devido ao período difícil que o país está atravessar. Ana Abrunhosa revelou que inicialmente este programa estava destinado a empresas do interior, mas por causa da pandemia foi alargado a nível nacional. A Ministra da Coesão Territorial salientou ainda o empenho da CIM Beiras e Serra da Estrela no trabalho que desenvolveu para concretizar as candidaturas, com o envolvimento dos Grupos de Ação Local.