Em Vilar Formoso, junto à fronteira, existe agora um Photopoint

Em Vilar Formoso, junto à fronteira, existe agora um Photopoint, com um cadeirão de trono para que os emigrantes e turistas se sintam bem acolhidos quando chegam ao nosso país.
Este equipamento turístico foi recentemente inaugurado e já está a ser alvo de muita procura por parte de quem regressa e que não resiste a tirar várias fotografias.
De acordo com a coordenadora da Associação Territórios do Côa, Dulcineia Moura, o objectivo é promover a região mas a responsável não esconde que o Photopoint tem uma carga emotiva muito grande nomeadamente para os emigrantes que, nesta altura, estão de regresso a Portugal.
Com a abertura da A62 há menos pessoas a passar no interior de Vilar Formoso, mas Dulcineia Catarina Moura considera que os emigrantes continuam a entrar na vila fronteiriça e o Photopoint, neste caso, é mais um atracção.
A obra é da autoria do espanhol Fernando Sanchez, natural da
aldeia de Los Santos, na província de Salamanca, mas a viver na Guarda há 10 anos.