A GNR já identificou o presumível autor do incêndio nas localidades de Vide e Cabeça, no concelho de Seia

A GNR, através do Núcleo de Protecção Ambiental de Gouveia, identificou um homem de 63 anos por crime de incêndio florestal, nas localidades de Vide e Cabeça, no concelho de Seia. Os elementos do NPA deslocaram-se ao local, tendo apurado que o incêndio teve origem na realização de uma queima de sobrantes florestais, e consumido uma área superior a 300 hectares em área florestal. No decorrer das diligências policiais, foi identificado o suspeito e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Seia, como refere o Tenente Coronel Cura Marques, oficial de relações púbicas do Comando Territorial da GNR da Guarda. Durante a semana houve alguns focos de incêndio que podem ter surgido na sequência de queimas. O Tenente Coronel, Cura Marques deixa ao alerta para o perigo deste tipo de atividade que é proibida.