A GNR deteve em Vilar Formoso um homem de 52 anos por permanência ilegal no nosso país

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Almeida, deteve, em Vilar Formoso, um homem de 52 anos por permanência ilegal no nosso país.

Após uma denúncia, os militares abordaram um indivíduo na via pública, tendo apurado que se encontrava em viagem, deslocando-se a pé entre Portugal e Espanha. Após solicitarem a sua identificação, constataram que não tinha consigo qualquer documento que o identificasse e que lhe permitisse permanecer no espaço Schengen.

Foi entretanto estabelecido contacto com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, confirmando-se que o indivíduo permanecia ilegalmente em território português, como deu conta o capitão Tiago Fernandes, oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda. O indivíduo foi presente ao tribunal de Almeida, onde lhe foi decretada a expulsão imediata do nosso país.